Buscar

ŠKODA Scala: inteligente, atual e muito prático!



Na verdade, este modelo ainda é um desconhecido para a generalidade dos portugueses e, portanto, os seus atributos ainda estão a um longínquo espaço-tempo do comum automobilista. O ŠKODA Scala enquadra-se perfeitamente no segmento C, onde habitam uma voraz concorrência entre os quais a referência VW Golf, Ford Focus , Renault Mégane e Peugeot 308. Para quem tem dúvidas , passamos a ilustrar com números o que verdadeiramente representa este compacto de 5 portas, com quase 4.40 m de comprimento. Começamos pelos impressionantes 467 litros de capacidade de bagageira, uma das mais elevadas do seu segmento, ideal para transportar quase todos os pertences de cada elemento familiar. As dimensões compactas do Scala escondem a amplitude do espaço que este familiar detém. Os ocupantes traseiros não se vão queixar por falta de espaço para as pernas, têm espaço de sobra, mesmo para pessoas com 1.80 m de altura. À frente encontramos um mix de familiaridade e novidade com um conjunto de soluções tecnológicas para deliciar as exigências de um consumidor cada vez mais habituado à era digital. O tablier é novo, o sistema infotaintment é prático e intuitivo utilizado por todo o grupo Volkswagen.


Na versão 1.6 TDI Style, o preço começa nos 28 000 euros. Estará a pensar quais são os argumentos que justificam este dinheiro. Não é por acaso que cada vez mais empresas de transporte individual de passageiros, como os táxi's e a Uber por exemplo, utilizam cada vez mais os automóveis da marca; assim como as forças de segurança, a PSP e a GNR. Estas reconhecem a qualidade ao utilizaram todos os dias os seus automóveis e experimentarem todo o conforto, economia de consumos e segurança. De volta ao preço, todo o equipamento que esta versão traz, demonstra que o dinheiro é muito bem aplicado e justificado pelos argumentos da marca. Falamos de tecnologia, qualidade e critério da montagem dos materiais. A qualidade geral está em consonância com o restante espírito do modelo, com os nossos olhos bem servidos pelo aspeto clean do tablier e pelos apelativos grafismos da instrumentação e infoentretenimento .

Entre as referidas novidades na marca, o Scala demarca-se pela estilosa tampa de bagageira em negro, ladeada pelos conjuntos óticos LED marcados por luzes de pisca dinâmicas. Se presente o opcional teto panorâmico, o tejadilho ganha cor negra, que funciona bem enquanto contraste.

Esta bem equipada versão Style, em análise, acrescenta ainda as luzes dianteiras totalmente a cargo de tecnologia LED com comutação automática entre médios e máximos, alerta de aproximação com travagem automática (para evitar colisões) e aviso de saída de faixa com intervenção e correção automática na direção, sistema que se mostrou algo intrusivo na condução.



O desempenho dinâmico, é marcado pela ligeireza das reações e condução fluída no trânsito citadino. Na verdade, o Scala mostra extrema competência dinâmica no casamento com a unidade 1.6 TDI. Não que seja a opção mais acessível da gama – reservada para a motorização 1.0 TSI a gasolina – mas porque o desempenho, entre performances e consumo, é de nível elevado. As performances são lestes, servida que está a transmissão por certinha unidade manual de 6 velocidades (automática DSG entre os opcionais, disponível por 1294 €), em que apenas a sexta relação se apresenta algo desmultiplicada, seguramente participando na necessidade de contenção de emissões poluentes e na homologação de consumos. Mas que se espelha em resultado prático verdadeiramente contido, com médias verificadas quase sempre inferiores a 5 l/100 km, independentemente do tipo de circuito, pelo que os 50 litros no depósito rendem facilmente para mais de 1000 km. Rolando-se a velocidades dentro dos limites legais, é mesmo fácil conseguir-se 4,4 l/100. De mãos dadas com o baixo consumo e preço contido (face ao segmento e em particular neste completo nível de equipamento da versão Style), a orientação racional do Scala sai reforçada pela oferta de plano de manutenção durante quatro anos ou 80 mil km.

Tem espaço e bagageira como poucos e já conta com diversos e tecnologicamente avançados elementos da era digital no moderno habitáculo. O Scala poderá rapidamente tornar-se no mais importante modelo da gama ŠKODA.


Fonte: Autofoco