Buscar

Chuva: Cuidados essenciais a ter com o seu carro na estrada!

Com as condições adversas que se têm sentido nos últimos dias conduzir nem sempre é tarefa fácil... Deixamos por isso aqui algumas dicas para uma condução segura.



Modere a velocidade Um dos grandes riscos tem a ver com as condições da estrada. Quando chove, a água mistura-se com sujidade e óleo, criando condições perfeitas para reduzir a aderência e aumentar o risco de derrapagem. Conduza sempre com velocidade moderada. Desta forma, existirá maior contacto do pneu com o solo, aumentando o coeficiente de aderência. Logo, a segurança.


Levante o pé nas derrapagens Caso sinta que o carro entra em derrapagem numa zona molhada, nunca deve travar a fundo nem bombear os travões. O aconselhável é tirar os pés dos pedais e aliviar a direção até a sentir mais “pesada”. O carro tenderá a regressar ao seu controlo. Os modelos equipados com controlo de estabilidade e ABS estão mais “à-vontade” neste tipo de situações.


Mantenha uma distância de segurança A travagem em piso molhado é, regra geral, três vezes mais prolongada do que a travagem em piso seco. Como a distância necessária para travar é maior, convém não circular muito perto do carro da frente, até porque importa ter em conta o tempo de reação do condutor. Mantenha uma distância superior ao comprimento de dois carros juntos em relação ao veículo que está à frente.



Limpa para-brisas Este passo é essencial, mas muitas vezes esquecido. Garantir uma boa visibilidade sobre a estrada é fundamental para evitar acidentes, assim como para proporcionar uma viagem mais segura e agradável.

Deve por isso ficar atento(a) a possíveis riscos de borracha no vidro, bem como ao som emitido pelo objeto no momento da limpeza. Estes são dois indícios que significam que deve trocar o limpa para-brisas ou substituir as escovas de limpeza.

Esta medida aplica-se a ambos os limpa para-brisas (dianteiro e traseiro).


Faróis Os dias de chuva são naturalmente mais escuros. Por isso, é importante garantir que os faróis estão em bom estado para assegurar não só a sua segurança e dos restantes condutores, como para impedir que seja autuado pelas autoridades.

Pneus Este ponto é fundamental. A chuva reduz o atrito entre o asfalto e os pneus, sendo que a acumulação de água promove gerar o 'aquaplaning' – fenómeno onde o condutor perde o controlo do veículo devido à falta de contacto entre os pneus e a estrada na sequência da formação de lençóis de água.

Assim, é importante garantir sempre que os pneus se encontram em bom estado - isto é - se mantém as ranhuras da borracha, por exemplo.

Em caso de aquaplanagem, deve simplesmente deixar de acelerar, manter a direção e não pisar o acelerador nesse curto período de tempo. Medida pode parecer estranha mas evitará acidentes de maior gravidade.



Travões Os travões são responsáveis por parar o carro em caso de alguma emergência, e por isso devem permanecer em boas condições. A sua  manutenção deve por isso ser feita de forma periódica, assim como os discos e as pastilhas. Preste especial atenção a qualquer ruído, isto significa que deverá levar o seu veículo à oficina e substituir uma (ou mais) das ferramentas anteriormente mencionadas. 


Sistema de circulação do ar O sistema de ventilação do veículo exerce um papel fundamental quando o vidro da sua máquina está fechado. Desse modo, esteja o veículo equipado com sistema de ar condicionado ou não, é fundamental realizar a manutenção das entradas de ar e do sistema de ventilação, uma vez que, em casos de opacidade do vidro, estes devem resolver o problema de forma mais rápida e eficaz.


Cuidado ao estacionar Na generalidade, as chuvas vêm acompanhadas de fenómenos como raios, granizo e ventos fortes, o que pode originar mais acidentes ou a queda de árvores, por exemplo. Estes fenómenos naturais são impossíveis de prever, mas pode tentar evitá-los, ao estacionar o carro em áreas cobertas ou descampados sem árvores em torno do local.


Fonte: Aquela Máquina cm