Buscar

Elétrico, híbrido ou de combustão? Qual o carro ideal para mim?

Se antes ao escolher um carro a dúvida recaía entre comprar um veículo a gasolina ou a diesel, hoje a decisão é mais complexa. Com a chegada dos veículos movidos a fontes de energia alternativas, os condutores passaram a ter de considerar três novas opções: automóveis elétricos, híbridos e híbridos plug-in.


A evolução do setor automóvel conduziu ao aparecimento de novas tecnologias. Mais eficientes e benéficos para o meio ambiente, as vendas dos designados carros ecológicos aumentaram no último ano revelando o crescente interesse dos consumidores em soluções de mobilidade mais amigas do ambiente. Neste artigo, damos-lhe a conhecer as principais diferenças entre as três novas opções e algumas dicas para o ajudar a tomar a decisão mais adequada à sua condução, ao seu estilo de vida e ao uso que faz do seu automóvel.




Veículos híbridos


Os HEV (hybrid electric vehicle) foram os primeiros veículos de base tecnológica eletrificada a serem comercializados de forma massiva. São constituídos por dois motores, um de combustão e um elétrico, sendo a função do motor elétrico apoiar o de combustão.

O carregamento do motor elétrico acontece durante a condução, necessitando, por isso, que o motor de combustão esteja em funcionamento. Com este apoio, torna-se possível reduzir o consumo de combustível, reduzindo as emissões de gases poluentes, logo significando uma poupança económica.


Ao serem menos poluentes do que os motores a combustão, os veículos híbridos estão sujeitos a um conjunto de apoios e incentivos fiscais, incluindo o pagamento de 60% do valor do ISV.


Híbridos plug-in


Os PHEV (plug-in hybrid vehicle) são também constituídos por dois motores. No entanto, e apesar da aparente estrutura mecânica igual à dos veículos híbridos, há aspetos que distinguem as tecnologias.


Comparativamente com os motores híbridos tradicionais, os motores elétricos dos plug-in são independentes dos motores a combustão. Assim, o veículo pode funcionar exclusivamente em modo elétrico. Além disso, os motores elétricos dos PHEV são passíveis de carregamento.


Embora a autonomia 100% elétrica seja ainda reduzida - comparativamente com os veículos 100% elétricos -, um veículo plug-in tem autonomia para entre 50km a 70km em modo exclusivamente elétrico. Assim, em pequenos percursos torna-se possível reduzir ou mesmo anular o consumo de combustível e, por consequência, reduzir as emissões de gases poluentes.


No que diz respeito aos benefícios fiscais associados, os veículos híbridos plug-in pagam 25% do valor do ISV.


Se procura um híbrido plug-in com espaço para o trabalho e a família, experimente o Passat GTE ou o Škoda Superb Break 𝗶V.


Veículos elétricos


Os veículos elétricos são movidos exclusivamente a energia elétrica. Não consomem qualquer tipo de combustível fóssil, pelo que não produzem quaisquer emissões de gases poluentes. A par disso, têm um custo de rodagem mais baixo do que os veículos com motores de combustão. Ao não serem constituídos por tantas partes móveis, os motores elétricos requerem menos manutenções.


Os veículos 100% elétricos são, também, veículos mais silenciosos e com uma capacidade de aceleração mais rápida do que um carro com motor convencional.


Em termos de vantagens fiscais, os veículos 100% elétricos estão completamente isentos do pagamento de ISV e IUC.


Se ainda não testou o ID.3, faça já a marcação do seu test-drive. Se já está de olho no Škoda Enyaq, saiba que pode fazer a sua reserva aqui.

VISITE-NOS E ENCONTRE O SEU NOVO CARRO.

Rua Veloso Salgado 195

4450-801 Leça da Palmeira

Volkswagen: 22 999 02 00

Škoda: 22 999 61 17

Após-venda: 22 999 02 29

Siga-nos nas Redes Sociais.
  • Linkedin
  • Facebook Volkswagen
  • Facebook ŠKODA
  • Facebook DasWelt Auto
  • YouTube
  • Instagram